BELO HORIZONTE - MG ACOMPANHANTES DE LUXO

Apaixonar-se por uma mulher de programa

se apaixonar por uma garota de programa

Sabe aquela mulher de programa ou qualquer outra, cuja relação estava bem determinada por você a ser passageira?

Você talvez pensa que a paixão é um sentimento submisso à sua vontade, mas não é, te garanto que ela pode sair do controle. E a vítima ser exatamente você.

Imagine:

o coração está palpitando, as pupilas dilatadas, a concentração totalmente aleatória, além de muitos outros sinais,que você pode até negar, normal, mas mostram que o inevitável aconteceu.

Isso mesmo, colega, você se apaixonou.

Estaria tudo bem, se a fulana em questão fosse aquela pessoa que você se programou para se apaixonar.

Mas não é. Aliás, você se programou foi para não se apaixonar.

Tiveram apenas alguns encontros, mas você estava tão carente, e também a garota era especial.

Carinhosa, um bom papo, compreensiva… é exagero dizer que ela era uma mulher perfeita?

Nem precisa responder, porque você mesmo se dá conta da sandice.

Claro que ela não era a garota perfeita. Óbvio que não era para se envolver, se apaixonar, jamais.

Porque?

Simples. Para você era só diversão, ou pelo menos você programou assim.

Mas pior que isso: para ela, era trabalho. Era não, é trabalho, só trabalho.

Eu imagino que você esteja com um sorrisinho de canto de boca e pensando:

“Quanta bobagem, quem vai se apaixonar assim, facilmente, por qualquer pessoa, ainda mais, uma mulher de programa ou qualquer outra garota que já estava combinado que seria só diversão?”

Com você, isso jamais aconteceria , não é?

 Será?

Separei alguns links úteis do blog garotas de luxo que possam te interessar.

Garota de luxo: quanto custa para se manter bonita?

Garota de programa X acompanhante de luxo

É possível se apaixonar por uma mulher de programa, sim. Sabe por que?

Os motivos pelos quais é possível se apaixonar por uma mulher de programa, são óbvios. Da mesma forma que é possível se apaixonar por qualquer outra pessoa.

Toda relação em que se tem contato, conversa e intimidade é difícil controlar o que se pode e não se pode acontecer.

Por mais que esteja claro para a sua razão, e que conscientemente você sequer considera essa possibilidade, é sempre bom lembrar que as emoções e os sentimentos seguem outras regras.

A pessoa por detrás da mulher de programa

O ser humano é sempre misterioso e imprevisível.

Nem sempre, contudo, lembramos disso quando fazemos nossos planejamento para a vida, principalmente para o coração.

É uma necessidade de nosso cérebro setorizar as coisas, e repare, fazemos isso com as pessoas.

Sabe aquele prestador de serviço que sempre que visita a sua empresa está uniformizado? Pois é, nesse dia na balada, você não o reconheceu.

E a professora? É como se ela ficasse numa gaveta com uns materiais escolares desenhado do lado de fora.

O mecânico do carro está em outra gaveta com a identificação escrita com graxa.

A enfermeira está naquele compartimento cuja identificação é feita pelo desenho de um jaleco branco e assim por diante.

Tudo bem organizadinho, como você gosta para se sentir seguro.

Só que nas relações essa setorização não acontece, não assim, até queremos fazê-la, mas não funciona.

Se você criar uma intimidade com a enfermeira pode descobrir nela, a mulher do seus sonhos, e aí ela continua na gaveta identificada com o jaleco branco ou vai para a que tem um coração.

E o mecânico, você pode descobrir nele o seu melhor amigo.

E assim vai.

Quando se contrata uma garota de programa, você define-a pela profissão. Coloca-a numa gaveta identificada para diversão, sexo…

E o desenho da gaveta, qual seria? Vou deixar para você imaginar. O importante é que ela não está na gaveta do coração. Até porque ela está ali a trabalho.

Contudo, quando a relação se estreita, tudo fica imprevisível.

A enfermeira, o mecânico, a professora e a mulher de programa saem das gavetas e aí tudo fica incontrolável.

A começar porque aquela garota não é só uma mulher de programa, assim como o mecânico não é só mecânico.

Todos eles são pessoas, com personalidades, qualidades, fragilidades, defeitos, forças, e tantos outros quesitos que vão muito além da profissão.

Colega, tenho que te dizer, você não tem mais controle.

Do sexo por dinheiro ao sexo por amor.

Você certamente já viveu ou conhece alguém que viveu a experiência de conhecer alguém e decidir não se envolver com ela no momento:

  • ou porque definiu a pessoa de início como alguém apenas para curtição;
  • ou porque percebeu muita diferença de personalidade entre os dois;
  • ou porque você estava num momento em que não queria envolvimentos sérios.

Não importa, se você já viveu isso, sabe que não é assim que funciona os relacionamentos.

É provável que quando você se deu conta, toda aquela programação já tinha ido para o ralo e você estava lá, exatamente na situação que tanto tentou evitar.

E o pior, às vezes essa sua previsão de não dar certo, estava corretíssima, mas ainda assim, você se envolveu.

Por que?

Simples, porque a vida, os sentimentos e as relações não são máquinas que podem ser ligadas ou desligadas a qualquer momento que você decidir.

Não quer se apaixonar? Tome suas Precauções. Depois não diga que eu não avisei

Você está convencido de que, quem se decidiu se relacionar com alguém, corre o risco de se apaixonar?

Ou você ainda continua achando que isso só acontece com os outros?

Bom, não importa, vou deixar umas dicas para evitar esse acontecimento indesejável.

Você pode passa-las a algum amigo que corra esse risco.

Cuide da sua vida sentimental e lembre-se, a grama do vizinho é mais bonita

Meu amigo, se você estiver frágil, carente e cheio de problemas irresolvíveis em casa, você está correndo risco.

Claro que está. Imagine encontrar sempre uma pessoa com quem você só divide coisas boas.

A pessoa te ouve, te dá carinho, te sorri como se você fosse a última pessoa da face da terra.

Tudo que em casa, e pode ser até a casa dos pais, você não tem.

Já ouviu o ditado que a grama do vizinho é mais vistosa? Claro, você precisa cortá-la? E cuidar das ervas daninhas que parecem não precisar nem de água para se desenvolver?

Os problemas não são vistos de longe, só de pertinho.

Se você for viver na casa do vizinho, a grama perde a graça e os problemas aparecem. Pode acreditar.

Foque no que você quer de fato e se ligue nos sinais

 Isso não serve só para mulher de programa, serve para as relações. Aplica-se a qualquer pessoa que você se envolver.

Pode parecer engraçado, mas com a mulher de programa, você precisa manter a relação no nível profissional.

Sim, porque é isso que você é para ela, um cliente. Lembre-se disso.

Tente não entrar na vida pessoal e nem se envolver muito  com a mesma pessoa.

E fique atento se a expectativa para com ela está muito alta e sua ausência está lhe fazendo muita falta.

Talvez seja a hora de parar e pensar: devo continuar com essa relação? Afinal, cada um sabe de seus limites.

Eu sei, você deve estar com uma pulguinha atrás da orelha, mas relaxe.

Para te ajudar vou te indicar alguns livros nesse tema. Enquanto isso, você pensa em como retomar o controle da sua vida e de seus sentimentos.

E se conseguir, não esqueça de me contar depois, posso também ter um amigo precisando desses conselhos.

Filmes com tema mulheres de programa

Alguns filmes que separei trabalha uma relação romântica entre GP e seus clientes, outros, nem tão românticas assim. Vamos a eles?

Filme Uma linda mulher

Durante uma viagem, Edward encontra a prostituta Vivian. Ele a contrata para ficarem juntos durante uma semana.

Ela deverá acompanhá-lo nos jantares de negócios.

Os dois se aproximam e descobrem afinidades mas muitos obstáculos os separam.

Veja o desfecho da histórias assistindo o filme.

Filme Bruna Surfistinha

Raquel Pacheco fugiu de casa aos dezessete anos para se tornar uma garota de programa.

Sua experiência com homens ou mulheres se tornou um livro escrito por ela mesma e depois filme, estrelado por D´Dbora Secco.

Uma produção totalmente brasileira e fiel aos fatos da vida de Raquel.

Jovem e Bela

Depois de sua primeira experiência sexual, Isabelle começa a explorar a sua sexualidade e a ganhar dinheiro com isso.

Suas experiências são relatadas ao longo do filme Jovem e Bela. Ele retrata os seus altos e baixos como prostituta de luxo.

Vale a pena assistir.

Um Alguém Apaixonado

O filme retrata o improvável relacionamento entre uma jovem estudante japonesa que se prostitui para bancar os estudos.

Um tanto realista, o filme mostra a realidade dessas mulheres de programas que as vezes entram nessa profissão para realizar os objetivos da vida.

Terminamos aqui a nossa conversa. Espero que você tenha gostado. Aproveite e veja outros artigos do blog nesse mesmo estilo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito + três =